Futebol, antes e depois de Luis Aragonés

Não é que eu queira dedicar este blog ao esporte, mas, sendo brasileira, parte da minha identidade cultural está ligada ao futebol. Inevitável, portanto, homenagear ao Luis Aragonés, o técnico que mudou o rumo da história do futebol espanhol.

Aos 75 anos e depois de lutar bravamente contra a leucemia, Luis Aragonés faleceu dia 1º de fevereiro, deixando na memória momentos importantes como jogador e também como técnico. Sim, ele é aquele técnico que puxou a orelha do Romário quando o jogador brasileiro estava no Valencia Club de Fútbol. Motivo? O excesso de baladas noturnas do Baixinho. Como não?

A disciplina e o contraditório porém eficiente estilo do técnico deu os seus frutos em 2008, no estádio do Prater (Viena), quando a seleção espanhola ganhou a Eurocopa depois de 44 anos sem nenhum triunfo memorável nesse campeonato.  Era um homem sério, às vezes até bruto com os jogadores, mas, acima de tudo, um lutador.

Conhecido como “Zapatones”, “Mono” ou “Sabio de Hortaleza”, Aragonés entra para a História também por ser o autor do estilo que caracteriza o futebol espanhol atual. O famoso tiki-taka – que mais de um torcedor já taxou de pouco dinâmico, parado e até burocrático – é coisa de Aragonés. Outra mais que funcionou, e muito, elevando a Espanha ao mais alto do futebol mundial.

Agora quem se eleva é ele, para receber o troféu de uma vida inteira de dedicação ao futebol. E que Eusébio o receba nas portas do estádio celeste, porque o futebol tem que continuar.

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s