Será o fim da hegemonia bipartidarista na Espanha?

Ontem, como você pôde ler aqui no blog, os cidadãos da União Europeia elegeram os seus representantes para formar parte do Parlamento Europeu e tenho certeza de que muitos políticos não contavam com tão alto nível de descontentamento da população. No caso da Espanha, uma das características mais importantes do seu sistema eleitoral é a presença quase indestrutível do bipartidarismo. Mas nestas eleições europeias, tanto o Partido Popular (PP), quanto o Partido Socialista Obrero Español (PSOE) viram tremer as suas bases quando publicaram os resultados definitivos da votação.

Para resumir, o número de deputados eleitos na Espanha e os seus respectivos partidos políticos são os seguintes:

  • PP: 16 (8 deputados menos que em 2009)
  • PSOE: 14 (9 deputados menos)
  • IU: 6 (a esquerda conseguiu quatro deputados mais que nas eleições anteriores)
  • PODEMOS: 5 (a grande novidade destas eleições)
  • UPyD: 4 (três deputados mais que em 2009)
  • CEU: 3 (continua com o mesmo número de deputados)

Estes são os dados mais importantes. Porém, outros partidos espanhóis também conseguiram um pedacinho do bolo do Parlamento Europeu:

  • EPDD: 2 deputados
  • C’s: 2 deputados
  • LPD: 1 deputado
  • PRIMAVERA EUROPEA: 1 deputado

Não posso evitar deixar que as palavras deste post revelem a minha alegria, embora a prudência ainda não me permita afirmar, mas somente perguntar: será o fim do bipartidarismo espanhol?

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s