faculdade-de-letras-porto

#4COBCIBER: qualidade e credibilidade no ciberjornalismo

A cidade do Porto (Portugal) recebeu, nos dias 4 e 5 de dezembro de 2014, estudantes, professores de jornalismo, importantes teóricos e profissionais da comunicação de diversos lugares do mundo. O IV Congresso Internacional de Ciberjornalismo foi o ponto de encontro de pessoas que vivem o presente e o futuro do jornalismo tanto como profissionais, quanto como usuários e colaboradores na construção do cenário mediático atual.

John Pavlik

John Pavlik

A abertura oficial do evento veio com a conferência do professor da Rutgers University (New Jersey), John V. Pavlik. “The News Code: Implications of Data, Algorithms and Connectivity for Journalism Quality in the Digital Age”, um título sugestivo e ao mesmo tempo provocante que serviu de guia para um produtivo debate sobre a combinação adequada entre o famoso Big Data e o jornalismo.

Pavlik esteve presente durante todo o congresso. Seu nome foi citado inúmeras vezes nos estudos apresentados. O palestrante, reforçando ainda mais sua presença no evento, participou dos debates fazendo perguntas a todos os conferencistas, do segundo –porque o primeiro foi o próprio– ao último, com o mesmo entusiasmo de um estudante que observa com esperança o seu futuro profissonal.

No primeiro dia de congresso, o público contou também com a presença de Antônio Granado (Universidade Nova de Lisboa), com a conferência “Já gastamos as palavras pela rua, meu amor”. Com literatura, poesia e bom humor, o professor destacou uma realidade cada vez mais conhecida pelos meios de comunicação: o desafio de ter que fazer mais com menos. Nesse momento, os participantes podiam ler a seguinte frase nos slides de Granado: NYT’s Keller: “What you can do with less, is less”. Todo esse processo, segundo o conferencista, acaba comprometendo a credibilidade dos jornais. Granado finalmente concluiu que é cada vez mais difícil fazer jornalismo de qualidade com o mainstream media.

A terceira palestrante, vinda diretamente da Universidade de São Paulo, trouxe a Portugal a conferência “Dos Datos aos Formatos: o sistema narrativo no jornalismo digital”. Daniela Bertocchi, de uma forma didática e descontraída, deixou claro o que é o que não é narrativa digital. A professora apresentou a teoria de sistemas aplicada aos dados e ao jornalismo. Tudo isso para dizer que o jornalista atual deve ser capaz de modelar a narrativa em camadas. “O jornalista é o designer da experiência narrativa”, afirmou.

Neil Thurman

Neil Thurman

O segundo dia do #4COBCIBER começou com a conferência “Speed, sources, and substantiation: Risks and opportunities in real-time online reporting”, com Neil Thurman (City University of London). Um auditório tão lotado quanto no primeiro dia adiantava o êxito que conseguiria a quarta edição do Congresso Internacional de Ciberjornalismo.

Thurman falou sobre a velocidade dos “live blogs”, “live pages” ou “live news pages” e da importância atribuída a essas páginas em países como Brasil, Itália e Espanha. O “real-time online reporting” é, de acordo com o professor, uma web que adquire uma extensão interminável, com o perigo da falta de comprovação das notícias publicadas e da trivialização das mesmas.

Eva Domínguez (Universitat Pompeu Fabra) manteve o alto nível das palestras apresentando a segunda conferência do dia, “Periodismo inmersivo. Fundamentos para una forma periodística basada en la interfaz y en la acción”. Para explicar o uso da retórica imersiva no ciberjornalismo, a professora propôs um título “mais sexy”, na sua opinião, para a sua palestra: Immersive Journalism: a storytelling experience. Eva conseguiu chamar a atenção da plateia com uma seleção de propostas imersivas, como o docu-game, que utilizam recursos da realidade aumentada e dos jogos online para conseguir que o usuário experimente uma determinada realidade em primeira pessoa.

Peter Anderson

Peter Anderson

Peter Anderson (University of Central Lancashire) foi o encarregado de pôr o ponto final à quarta edição do Congresso Internacional de Ciberjornalismo. E assim o fez, com o seu imenso profissionalismo, apresentando a conferência de encerramento: “The problem of multiple approaches to online news quality measurement: one possible solution”. Com a serenidade do seu discurso e a firmeza de suas investigações sobre a medição da qualidade do jornalismo online, o professor fechou o congresso e, ao mesmo tempo, abriu as portas a diversas linhas de investigação em ciberjornalismo.

Com um balanço mais que positivo, os organizadores do congresso agradeceram a presença de todos os participantes na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, esperando revê-los em 2016.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s