Sobrenomes espanhóis: origem e tipologias

by J.L.G.

Devido ao grande interesse em conhecer os sobrenomes sefarditas, dedicaremos este post a explicar brevemente as tipologias e classificações dos sobrenomes espanhóis.

  • Sobrenomes patronímicos

Estes sobrenomes se referem ao nome do pai da pessoa que os recebia. A maioria dos sobrenomes patronímicos espanhóis se formou adicionando ao nome o sufixo “ez” (Gonzalo/González), em Valência e Catalunha, o sufixo “is” (Pere/Peris) e no País Basco e em Navarra, o sufixo “iz” (Mendo/Méndiz). Tambiém se forman com o nome do pai sem nenhuma modificação (Martín) ou precedido pela preposição “de” (de Miguel).

  • Sobrenomes toponímicos

Este tipo de sobrenome indica o lugar de nascimento ou residência da pessoa que o recebia e se refere a localidades, acidentes geográficos ou construções (Ávila, Río, Puente). Estes sobrenomes às vezes conservam as preposições “de” (de Ávila), “del” (del Río), “de la” (de la Fuente), “de los” (de los Molinos), “de las” (de las Heras).

  • Sobrenomes que se referem a ofícios

Esta tipología de sobrenomes indicava a profissão, cargo ou posição social (Zapatero, Alcalde, Marqués).

  • Sobrenomes que se referem aos traços físicos, familiares ou morais

Alguns exemplos deste tipo de sobrenome são: Gordo, Bravo, Casado.

  • Sobrenomes referentes às circunstâncias do nascimento

Alguns deles se referem à igreja, aos santos e invocações (Expósito, Tirado, San Martín, Iglesias, Bastardo).

  • Outros sobrenomes referentes aos animais, objetos e vegetais

Exemplos: Borrego, Cuervo, Pino, Celemín.

Além disso, é necessário ter em conta que um mesmo sobrenome espanhol pode ter pequenas variações dependendo da área geográfica da península ibérica em que foi aplicado. Em outros casos, as diferenças provêm da conservação da forma arcaica (Jiménez/Ximénez, Córdoba/Córdova). Também existem sobrenomes de origem estrangeira que foram acastelhanados (Cunha/Acuña).

Anuncios

140 pensamientos en “Sobrenomes espanhóis: origem e tipologias

  1. Pingback: Portugal concederá cidadania a descendentes de judeus sefarditas | Tomando novos rumos

    • Olá, Milena! Os dois sobrenomes poderiam ser espanhóis. Na Espanha há uma cidadezinha perto da fronteira com Portugal que se chama Alburquerque (escrito assim mesmo) e o sobrenome é o topônimo desse lugar. Campos é um sobrenome relativamente frequente na Espanha porque se trata também de um topônimo muito comum em todas as regiões espanholas. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Marta! O sobrenome Giménez é um patronímico de origem espanhola. No caso de Garaluz, poderia se tratar de um sobrenome toponímico também espanhol. Se além de ter sobrenomes espanhóis você ainda conserva documentos que demonstram a origem dos seus bisavôs, seria interessante perguntar na embaixada da Espanha no Brasil sobre a possibilidade de obter a cidadania por essa via. No entanto, é provável que exista a necessidade de que os seus avôs tenham pedido a nacionalidade, assim como os seus pais, devido à sequência de gerações. Ou seja: se os seus bisavôs eram espanhóis, os seus avôs deveriam pedir a nacionalidade e depois os seus pais para só então você ter direito a pedi-la. Poderia existir uma possibilidade mais favorável no caso de que o requerente resida durante um tempo na Espanha. Dê uma olhada nas possibilidades e pergunte no consulado ou na embaixada da Espanha. Boa sorte e obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Rosângela! O sobrenome toponímico Barga não é nada comum na Espanha. Bargas (no plural) ou Bargueño são mais comuns, porque se referem à cidade de Bargas, em Toledo. Porém, também poderia ser um sobrenome toponímico de origem italiana, porque existe uma cidade na Itália chamada Barga, na Toscana. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Suzana! É pouco provável, porque na Espanha, o sobrenome Magina não é nada comum. Trata-se de um patronímico, mas também é o feminino do nome Magín. Obrigada pela visita!

      Me gusta

      • Olá! Gostaria de saber se o sobrenome Xaves com X é de origem espanhola? Pois aqui no Brasil encontrei só a minha família com o nome assim escrito. As outras são com Ch.

        Me gusta

      • Olá, Anderson! Na Espanha, os sobrenomes “Chávez” e “Chaves” são frequentes. Pela grafia e pela distribuição geográfica maioritária, “Chaves” provavelmente seja de origem portuguesa, embora tenha presença na Espanha há vários séculos. O sobrenome “Xaves” não é de origem espanhola, mas poderia ser uma alteração do sobrenome “Chaves”. Pelo sufixo, “-es” também poderia ser um patronímico português.

        Me gusta

  2. Olá! Estava pesquisando sobre a minha família e sei q meus bisavós vieram da espanha, região de andaluzia (granada). Meu bisavô era Alvarez e minha bisavó era Franco. Gostaria de saber se esses sobrenomes soa mto comuns na Espanha e se a região de onde vieram diz alguma coisa particular desse sobrenome.

    Obrigada!

    Me gusta

    • Olá, Lorena!
      Sim, os sobrenomes dos seus bisavôs são comuns na Espanha. Álvarez é um patronímico típico espanhol e muito comum em todas as regiões espanholas. Franco é menos comum, mas também está muito presente em todas as regiões da Espanha. Este sobrenome (Franco) também poderia ser de origem italiana ou portuguesa. Na verdade, Andaluzia e Granada não dizem nada particular desses sobrenomes, mas, isso sim, são lugares maravilhosos. 🙂 Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Angélica! O sobrenome Lima existe na Espanha há vários séculos. Umas 11.000 pessoas têm este sobrenome atualmente. Porém, a origem ancestral do sobrenome Lima é portuguesa. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Elias, você quis dizer Figueiredo? Se for assim, seria um sobrenome toponímico de origem portuguesa. É sinônimo de figueiral e significa “terreno coberto de figueiras”. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Eder! Os sobrenomes Policarpo e Celestino são patronímicos que coincidem, na sua forma, com o nome próprio dos quais procedem. Ambos podem ser tanto de origem espanhola quanto portuguesa. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Edna! No caso do sobrenome Soares, trata-se de um patronímico de origem portuguesa. A forma espanhola seria “Suárez” o “Juárez”, que significa filho de Suero. O sobrenome “Pereira” também é de origem portuguesa.

      Me gusta

  3. Gostaria de saber mais sobre os sobrenomes de meu pai sobre o qual sei muito pouco conta minha vó que meu bisavô veio da Espanha e era catalão(irassoque abreu)

    Me gusta

  4. Olá Flavia , tudo bem ? Meu nome é Eduardo e meu bisavô paterno saiu da Espanha e desembarcou no Rio de Janeiro no final do séc XIX . Meu avô , Pedro Costa y Trillo , filho único , casou-se com Rosalina Lema y Trillo , também filha única . Meu pai , Alberto , nasceu em Madrid em 1923 , mas voltou para o Brasil bebê e foi registrado brasileiro mas é o único irmão com sobrenome diferente dos irmãos (Costa Lema ) Teria como eu conseguir nacionalidade espanhola ?

    Me gusta

    • Olá, Eduardo! Você disse que o seu pai nasceu em Madrid. Isso significa que os seus avós eram espanhóis? Se for assim, você poderia solicitar a nacionalidade espanhola pela sua condição de neto de espanhóis. Porém, o seu pai deveria pedir a nacionalidade primeiro para que você possa pedi-la depois. Pergunte na Embaixada ou Consulado espanhol e dê uma olhada no site do Ministério de Justiça da Espanha. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  5. Olá,

    Gostaria de saber se o sobrenome Medeiros é de origem espanhola (na minha família, o sobrenome é precedido da preposição ‘de’). Já pesquisei bastante, mas não consigo chegar a nenhuma conclusão… Sei que existem licalidades tanto na Espanha como em Portugal que se chamam assim…

    Muito obrigada pela ajuda!

    Me gusta

    • Olá, Camilla! O sobrenome Medeiros é frequente em Portugal. Também existe uma localidade homônima espanhola que faz fronteira com o norte de Portugal e que provavelmente é onde originou o sobrenome toponímico das cerca de mil pessoas que assinam Medeiros na Espanha. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Eduardo! Marinho é um sobrenome português. No entanto, na Espanha existe um sobrenome muito parecido que tem origem na região de Galícia cuja a grafia é Mariño, com “ñ” em vez de “nh” (fonemas homófonos). Na Espanha o sobrenome Mariño é frequente. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá,Gostaria de saber se meu sobrenome é Espanhol ou não,Meu vó sempre me diz que meu sobrenome é Francês,de origem francesa. Mas um dia estava procurando sobrenome é dizia era de origem espanhola,e queria tirar essa duvida. Meu Sobrenome é ”Ribes” e não ribas que muita gente confundi hehe. Obrigado

      Me gusta

      • Olá, Leonardo! O sobrenome “Ribes” é espanhol, principalmente das regiões da Catalunha e Valência. Esta é a forma adquirida pelo sobrenome na lingua dessas regiões. Portanto, a grafia do seu sobrenome é catalã e valenciana. Em castelhano seria “Rivas” ou “Ribas”. Obrigada pela visita!
        P.S.: No entanto, Leonardo, é possível que o seu avô tivesse razão. Há duas regiões atualmente francesas – a Alta Cerdanha e o Rossilhão – que foram espanholas até o século XVII, nas quais existem sobrenomes e topônimos similares aos espanhóis do outro lado da fronteira.

        Me gusta

  6. Olá, Flávia! Bom dia!

    Poderia, por gentileza, me tirar algumas dúvidas? Existe alguma forma de encontrar, pela internet, dados civis dos meus tataravôs que saíram da Espanha por volta de 1890?

    Os sobrenomes deles eram Segóvia e Sanchez. Esses sobrenome são comuns na Espanha?

    Grato.

    Me gusta

    • Olá, Felipe! Os sobrenomes dos seus antepassados são muito comuns aqui na Espanha. Tanto Segovia quanto Sánchez, sem sombra de dúvida, são sobrenomes de origem espanhola. O sobrenome Sánchez é um patronímico que pôde ter a sua origem em qualquer lugar da Espanha. No caso do sobrenome Segovia, a origem ancestral está em uma cidade no centro da Espanha chamada Segovia. Não tenho conhecimento de nenhum site centralizado onde você possa consultar todos os dados civis agregados. Porém, é possível solicitar de forma online certidões de nascimento no site de cada registro civil existente em cada província ou localidade espanhola. Se você souber a procedência dos seus tataravôs será mais fácil. Acesse o site dos principais registros civis da Espanha. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Dorival! “Fernández” é um sobrenome patronímico derivado do nome Fernando (significa filho de Fernando). Este sobrenome procede de qualquer parte da Espanha, inclusive do País Basco. Alguns sobrenomes patronímicos dessa região terminam com o sufixo “-iz”, mas não todos. No caso de “Fernández”, o normal é que termine em “-ez”. Provavelmente os sobrenomes que você viu que são diferentes no País Basco se referem a topônimos. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Alexandre! Na Espanha existe o sobrenome patronímico Blázquez (significa filho de Blasco), que seria o mais parecido ao sobrenome Blasques. Poderia se tratar de uma adequação ao português do sobrenome Blázquez de origem espanhola. Este sobrenome pode ser encontrado em qualquer parte da Espanha. Com relação a Castañari, só posso lhe dizer que não é um sobrenome espanhol. Provavelmente seja de origem italiana que foi adaptado à grafia espanhola, substituindo “gn” por “ñ”. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  7. Oi..tenho sobrenome Alós Cardoso , minha avó diz que meus bisavós por parte do meu avô vieram da Espanha, porém nada confirmado.
    E gostaria de se o alos literalmente é espanhol..

    Me gusta

    • Olá! Alós é um sobrenome toponímico espanhol e se refere a vários lugares homônimos da região da Catalunha. As regiões onde o sobrenome Alós é mais comum aqui na Espanha são as seguintes: Catalunha, Aragão e Valência. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  8. Boa noite Flávia, td bem? Procuro mais informações sobre os sobrenomes Cayuela, Jordan e Vásque (sem z). Tenho o documento de imigração dos meus bisavós e estava grafado assim. Tenho dúvida quanto a minha bisavó ser espanhola pois chamava-se Beatrice (e não Beatriz). Meu avô dizia que eles vieram de Ciudad del Almeria, na Andaluzia.

    Me gusta

    • Olá! Tudo bem, e você? Cayuela é um sobrenome toponímico de origem espanhola e, atualmente, a maior parte das pessoas que assinam Cayuela moram na província da Almería (Andalucía). Jordán também é um sobrenome toponímico espanhol. Vásque, escrito desta forma, não é espanhol. O patronímico espanhol mais parecido seria Vázquez e, em português, Vasques, que significa filho de Vasco. O nome da sua bisavó, Beatrice, é italiano e naquela época não era nada comum colocar nomes estrangeiros às crianças espanholas. Boa sorte na sua pesquisa e obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Priscila! O sobrenome toponímico “Ávila” é de origem espanhola. Refere-se à cidade medieval localizada no centro da Espanha chamada Ávila. Este sobrenome está presente em todo o país e em toda a ibero-américa. “Sanguínea” não é um sobrenome de origem espanhola. Embora a palavra exista em espanhol e faça referência ao sangue, ela não é utilizada desta forma como sobrenome. Os sobrenomes espanhóis mais parecidos seriam “Sanguino”, “Sangrador” e “Sainero”. Poderia ser português. Obrigada pela visita! Ah, e meu nome é Flávia, e não Flávio. 😉

      Me gusta

    • Olá, Henrique! O sobrenome “Castelhano”, escrito assim, é português. No entanto, se refere à origem castelhana (espanhola) das pessoas que receberam esse sobrenome pela primeira vez. Portanto, é evidente que esse sobrenome português tem uma remota origem espanhola. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Cleonice! O sobrenome “Patez” não é de origem espanhola. Se o que você quis dizer é “Páez”, este sim é de origem espanhola. Trata-se de um patronímico. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  9. Olá, Flávia. Meus avôs, Antônio Vallejo Dias e Victoria Vallejo González eram de Jete, Granada. Minha família ainda reside por lá. Meus avôs chegaram ao Brasil por volta de 1920.
    Obrigado.

    Me gusta

    • Olá, Alex! Sem dúvida o sobrenome “Vallejo” (ou “Valejo”, no seu caso) é um sobrenome toponímico espanhol. Como você conhece a origem geográfica dos seus avôs, poderia ser mais fácil para você conseguir a documentação para solicitar a nacionalidade espanhola em virtude do parentesco. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Lecio! Os sobrenomes do seu bisavô não são espanhóis. Os sobrenomes espanhóis mais parecidos seriam “Peso” y “Romero”. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  10. Olá, Flávia. Meu sobrenome é Torrentes. Dizem que é espanhol mas já pesquisei meus antepassados e todos são do Brasil mesmo. Será que tenho uma ascendência distante de espanhóis?. Grato.

    Me gusta

    • Olá, Renato! O seu sobrenome pode ser tanto português quanto espanhol. Trata-se de um sobrenome toponímico em ambos idiomas: “torrente” significa corrente de água muito rápida e violenta em português e em espanhol. É provável que o seu sobrenome proceda do nome de alguma vila ou aldeia onde confluam várias correntes desse tipo (daí o plural “torrentes”). Se fosse espanhol, é provável que a sua origem fosse da parte oriental da Espanha, das regiões da costa mediterrânea, onde são frequentes as chuvas intensas de caráter estacional. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Luiz Eduardo! “Pardo” é um sobrenome que se refere a uma característica física e que, por isso, a sua origem geográfica é muito ampla e poderia ser tanto espanhol como português (a palavra é igual e tem o mesmo significado nos dois idiomas). “Berniol” não é um sobrenome frequente na Espanha. Atualmente, existem seis pessoas residentes neste país com este sobrenome. O sobrenome “Barniol” é um pouco mais frequente. Berniol poderia se referir à Serra de Bernia, que é uma região da província espanhola de Alicante, embora também poderia derivar da palavra bernia, que significa capa de pano grosso. “Albouchek” não é um sobrenome de origem espanhola. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Hugo! A palavra “sala” significa a mesma coisa nos três idiomas: português, espanhol e italiano. Portanto, se a origem do sobrenome se referisse à acepção relativa à parte da casa, poderia se tratar de algum desses países. No entanto, sendo mais frequente que os sobrenomes derivem de lugares geográficos, é provável que se refira a alguma localidade com este nome, como poderia ser a vila espanhola de Sala, na província de Huesca (norte da Espanha), ou de algum outro vilarejo espanhol que existe ou que existiu na Idade Média com este nome. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Renata! Os sobrenomes “Muñoz” e “Simón” são dois patronímicos muito comuns na Espanha e a sua origem geográfica pode ser de qualquer região do país. “Lobato” é um sobrenome que procede da província espanhola de Zamora, na fronteira nordeste de Portugal. “Bel” é um sobrenome espanhol cuja a origem se encontra na zona leste do país, nas províncias do sul da Catalunha e de Aragão e nas províncias da região valenciana. Obrigada pela visita! Adorei seu cachorrinho (ou cachorrinha). 🙂

      Me gusta

      • A origem da família Delmondes era desconhecida. Acreditava-se que seria oriunda da região sul do Brasil, mas a hipótese é que o nome Delmondes foi herdado de um padre jesuíta, espanhol, quando, aqui, fizeram desobrigadas no século XVIII e que por ocasião do casamento de uma jovem que ficou sob os cuidados de sua madrinha na Fazenda Pau D arco. A jovem desconhecia o sobrenome de seus pais biológicos, retirantes que viajando pelo Sertão, na ocasião do seu batizado e matrimônio, levando o missionário tomar a atitude de dar-lhe o sobrenome Delmondes. Hoje, sabe-se que este sobrenome existe na Região da Galícia, Espanha. Os primeiros foram Virgínio José Delmondes, Francisco Alves Matias Delmondes, Manoel Timóteo Delmondes e João Francisco Delmondes.

        Me gusta

      • Olá, Lucas! Agradeço o seu comentário. Na Espanha atualmente só existem 11 pessoas registradas com esse sobrenome (e não poderíamos garantir que sejam pessoas de origem espanhola). Obrigada pela visita!

        Me gusta

    • Olá, David! O sobrenome Moraes é português. Em espanhol seria “Morales”. O sobrenome Cruz poderia ser tanto português, quanto espanhol. Se fosse espanhol, poderia ter duas origens: ser um patronímico e proceder do nome Cruz ou ter sido outorgado pela igreja a alguma criança órfã. Em qualquer caso a sua origem e distribuição é muito ampla em toda Espanha. Em outro comentário você pergunta pela região de procedência do sobrenome Jiménez, um patronímico que significa filho de Jimeno, que pode ter duas formas: Jiménez (mais frequente) ou Giménez (menos frequente). Em ambos casos, como é costume com esse tipo de sobrenomes que derivam de nomes próprios, o número de pessoas que o possuem é imenso e pode proceder de qualquer lugar da Espanha. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Mateus! Sim, Lumbreras é um sobrenome de origem espanhola. Um dos significados de “Lumbreras” em espanhol é ser uma pessoa muito inteligente e preclara. 🙂 Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Carla! Os sobrenomes originários da região espanhola basca costumam fazer referência a topônimos na língua basca, chamada Euskera. Além disso, é frequente que, com o passar do tempo, dois ou mais sobrenomes diferentes se juntem e componham um único sobrenome. Não sei dizer de que sobrenome basco procede o seu sobrenome, mas é muito provável que seja Oxandabaratz. Às vezes um mesmo sobrenome pode ter variações locais ou familiares. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Valdete! O sobrenome Padilla (com dois “l”) é espanhol e se refere à localidade de Padilla de Duero, na província de Valladolid, no centro da Espanha. O seu sobrenome está escrito com a grafia portuguesa, o que poderia significar que, sendo de origem espanhola, se adequou à língua portuguesa em algum momento da história. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  11. Flávia boa noite,
    a muito procuro a descendencia do meu sobrenome
    é Açofra e alguns familiares foram registrados como Assofra
    encontrei em pesquisas um senhor com o mesmo nome de um bisavô Luis Asofra
    você poderia me ajudar a desvendar esse mistério?
    Ps: não tenho mais contatos com familiares, por isso a pesquisa esta tão complicada

    Me gusta

    • Olá, Danilo! Na Espanha existe o sobrenome Azofra, que provavelmente derive da forma antiga Açofra. Hoje em dia é na parte central do norte da Espanha onde reside o maior número de pessoas com esse sobrenome, principalmente nas províncias de Burgos, La Rioja, Valladolid, Navarra e Vizcaya. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Silvio! Rabaneda é um sobrenome toponímico espanhol. Atualmente existem quase 2.000 pessoas na Espanha com esse sobrenome, principalmente nas regiões da Andaluzia e Catalunha. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  12. Eu gostaria de saber si Antonia Martins Chica e descendente de espanhois? nao tenho contato com familiares, mas minha Bisavo falecida tem esse nome, quero tirar minha cidadania, como posso saber?

    Me gusta

  13. Olá Flávia meu marido tem como sobrenome Prieto . Mas ele tem características físicas dos indígenas mapuche do Chile . Já pesquisei o que pude na internet e só encontro os sobrenomes Fonseca, Carrasco e Maturana . São de origem espanhola ?

    Me gusta

    • Olá, Glaura! Prieto, Fonseca, Carrasco e Maturana são sobrenomes espanhóis, embora Fonseca e Carrasco também poderiam ser de origem portuguesa. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  14. olá Flávia gostaria de saber dos sobrenomes Moreira e Manzano: tem qual origem em qual pais? meus bisávos paternos vieram de Salamanca com o sobrenome Manzano e os outros bisavos tem o sobrenome Pitin esses do lado paterno e maternos meus avos tinham o nome Moreira e Perro Pato poderia me dar informações sobre eles.

    Me gusta

    • Olá, Mariana! Moreira poderia ser um sobrenome espanhol, da região da Galícia, ou poderia ser português. Manzano é, sem dúvida, um sobrenome espanhol. Perro é uma palavra espanhola que significa cachorro. Atualmente não há ninguém na Espanha com este sobrenome. Pitín também é uma palavra espanhola, mas hoje em dia também não há ninguém com este sobrenome na Espanha. Pato é um sobrenome que poderia ser tanto português, quanto espanhol. Na Espanha, a maioria das pessoas com este sobrenome moram na parte oeste do país. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  15. Olá Flávia! Ouvi dizer que o sobrenome Murcia é bem comum na Espanha. Porém meus antepassados com esse sobrenome não eram da região de Murcia, mas sim de Granada. O sobrenome Tello é comum também? Esses sobrenomes são classificados em qual dos tipos que vc descreveu? Obrigada pela ajuda!

    Me gusta

    • Olá, Patricia! O sobrenome espanhol Murcia é um topônimo que se refere à cidade espanhola de Múrcia, no sudeste do país (perto da cidade e província de Granada). O sobrenome Tello também é espanhol e, neste caso, é um sobrenome patronímico que se refere ao nome próprio Tello (a forma genitiva de Tello seria Tellez, que significa filho de Tello). No seu caso, coincidem o sobrenome e o nome do qual este provém (Tello y Tello). Ambos sobrenomes, Tello y Murcia, são comuns na Espanha. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  16. Sou Dionatam Caetano Beltran tenho Ramos por parte materna porem meu avo nao foi registrado pois morreu antes de ser registrado e possivel e
    meu avo ser reconhecido por meio juridico ?Meu Meu bisavo era Americo Ramos

    Me gusta

    • Olá, Dionatam! O sobrenome Ramos pode ser tanto espanhol quanto português. Com relação à possibilidade de “reclamar” a nacionalidade do seu avô já falecido, creio que só seria possível iniciar essa demanda se você tivesse provas documentais que comprovassem uma nacionalidade específica que não fosse a brasileira. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • O sobrenome Rocha existe na Espanha, porém não é muito frequente exceto na região da Galícia e, um pouco menos, em algumas províncias que fazem fronteira com Portugal. A palavra “rocha” também existe em espanhol e significa “roça”, embora seja mais frequente utilizar, em vez de “rocha”, “roza”. A palavra espanhola “roza” dá nome a muitos topônimos e aos seus correspondentes sobrenomes. Portanto, “Rocha” poderia ser tanto português quanto espanhol, mas é muito mais comum em Portugal. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  17. Oi, sabe me informar a origem do sobrenome Bueno Jurado? Meus bisavós se chamam assim, e meu avô Orlando Bueno Jurado. Sei que temos descendência espanhola, pelo que ouvi minha mãe dizendo, porém não encontro quase nada do sobrenome Jurado na internet ;-;

    Me gusta

    • Oi, Lara! Os dois sobrenomes são espanhóis. “Bueno” é um sobrenome muito frequente em todas as regiões espanholas. O sobrenome “Jurado” também existe na Espanha, mas é um pouco menos frequente e está mais concentrado principalmente nas regiões leste e sul do país. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  18. Boa tarde! Por gentileza, Flávia, meu sobrenome é Calderaro. Meus pais e avós já são falecidos. Sabe me dizer se é de origem espanhola? Quando era criança, ouvi dizer que sim. Grata

    Me gusta

    • Olá! O sobrenome Calderaro existe em Cantabria, na Espanha. Há umas cem pessoas nessa província com este sobrenome. É provável que não seja de origen espanhola. Na Espanha, os sobrenomes mais parecidos seriam Calderero (faz referência a um ofício) e Calderón (faz referência a um tipo de cetáceo). Obrigada pela visita!

      Me gusta

  19. .Vá se você tem trabalho. Foi um sucesso retumbante seu blog. Você realmente tem uma imensa capacidade de responder tudo o que é por isso que você estava tão bom profissional. Parabéns e lendo tudo o que eu ficar porque é bastante interessante e muito educativo

    Le gusta a 1 persona

    • Caro Manuel, obrigada pela gentileza! Fica comprovado, porém, que a minha capacidade de responder tudo, como você diz, é bastante limitada. Primeiro porque há muitos assuntos acadêmicos que eu ainda desconheço. Segundo porque agora, com a minha atual carga docente, fica difícil dedicar tempo ao blog. Mesmo assim, acho importante poder ajudar, mesmo que seja só um pouquinho, as pessoas que buscam informação sobre como estudar fora do Brasil. Estudar em outro país é uma experiência fantástica. Muitas vezes nos perdemos no meio de tanta burocracia, mas esse não deve ser um obstáculo para alcançar os nossos sonhos. Desejo ao seu filho as melhores experiências em Barcelona. Cidade linda, cheia de cultura, história e vida universitária! Tudo de bom!

      Le gusta a 1 persona

  20. Olá!
    Meus bisavós vieram da Espanha, porém, não tive muito contato com eles e gostaria de saber onde seus sobrenomes são mais comuns, pra ter uma ideia mais ou menos da minha origem.
    São os sobrenomes Custodio e Soares/Suárez.

    Obrigada! =)

    Me gusta

    • Olá, Bianca! Custodio é um sobrenome patronímico que pode proceder de qualquer região da Espanha, embora seja mais frequente na região de Extremadura e na província de Huelva, ambas fronteiriças com Portugal. Suárez também é um sobrenome patronímico cuja origem se localiza maioritariamente nas regiões do noroeste da Espanha denominadas Galicia, Asturias e a província de León. Soares é a forma portuguesa de Suárez (pelo seu comentário, imagino que você já sabia). Obrigada pela visita!

      Me gusta

      • Olá, Daniela! O sobrenome patronímico García é o mais comum de todos os sobrenomes espanhóis. Em qualquer região da Espanha existem milhares de pessoas com esse sobrenome. Obrigada pela visita!

        Me gusta

    • Olá! O sobrenome Besada não é muito comum. As aproximadamente 3.000 pessoas com esse sobrenome aqui na Espanha moram maioritariamente na região da Galícia, no noroeste do país. Obrigada pela visita!

      Me gusta

  21. Olá, Flávia! Incrível seu trabalho de pesquisa! Obrigado!
    Meu nome, “Quessada”, veio de meu avô espanhol, originário de Almeria, segundo consta. Conheço variações como “Quesada” (há na própria família) e “Quezada”.
    Gostaria de saber o que tem a me dizer sobre ele, por favor.

    Le gusta a 1 persona

    • Olá, Cleber! Muito obrigada pelas suas generosas palavras! Peço desculpas pela demora, mas às vezes é complicado conciliar o trabalho com o blog. Vejamos o seu caso: o fato de que o seu sobrenome esteja escrito com dois “s” deve ser só mesmo para manter a pronuncia correta, já que no espanhol o som do “s” é sempre suave. O “s” entre vocais no português soa como um “z”, como em “Quezada”. Penso que as mudanças das letras são só por uma questão fonética entre o espanhol e o português. O sobrenome “Quesada” é toponímico e provavelmente se refere à localidade homônima da província de Jaén (perto da Almeria), na Andaluzia. O sobrenome “Quezada” também existe na Espanha, mas é muito menos frequente. Obrigada pela visita!

      Me gusta

    • Olá, Mari! O sobrenome “Muniz” é um patronímico espanhol que significa “hijo de Muño”. O sufixo “iz” denota que a origem deriva, provavelmente, das regiões do País Vasco e de Navarra, onde é frequente esse tipo de sufixo nos patronímicos em vez dos sufixos “ez” ou “oz”, típicos da maioria das regiões do resto da Espanha. Geralmente, a grafia em espanhol para esse sobrenome seria “Muñiz” ou “Muñoz”, que derivam da forma original “Munniz” e “Munnoz”, pois em castelhano a letra “ñ” surgiu para substituir os dois “n”. Obrigada pela visita!

      Me gusta

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s